Em casa no Carnaval?

Quando chega fevereiro vocês já devem saber que as pessoas ficam mais “alegres”, o carnaval está chegando e a única coisa que conseguimos ouvir é o que faremos nesses dias, se iremos para algum bloco ou se já pensamos nas fantasias.

Desde criança meus pais me levavam para ver a folia, todo ano me planejava e acabava lá na avenida, mas infelizmente esse ano, por razoes adversas a minha vontade, que me deixaram bem pra baixo e desanimada, acabei decidindo passar os dias de festas quietinha em casa.

Sei que pode parecer um pouco solitário ficar em casa no carnaval, afinal todos estarão nas festas, mas não é todos que gostam de pular e outros, como nos, preferirão esse ano ficar em casa também, então fiz uma listinha de coisas que podemos fazer para nos divertir enquanto estamos em casa, porque não?

Ir à praia

Gente, quando vamos a praia e vemos a quantidade de pessoas na areia percebemos que não somos os únicos que preferiram pegar leve no carnaval. Sério, as praias estarão lotadas, é uma ótima opção de lazer, é também o que eu e minha família decidimos fazer.  Comer comida de praia, entrar no mar e tirar altas fotos já me deixam super animada!4e072f8ae675d7b8c8aa6b6e448fcb58

Cinema

Ultimamente meu maior hobbie se tornou a assistir filmes nas telonas.  Nada mais magico que assistir um filme bom no cinema né. Assistir nomes como, “Extraordinario”, “Jumanji”, “Mase Runner”, e já estou com outros filmes na minha listinha que mal espero para assistir como “A forma da água”, “Post – A Guerra Secreta” e vários grandes títulos que estão em cartaz.

A forma da água – Elisa é uma zeladora muda que trabalha em um laboratório onde um homem anfíbio está sendo mantido em cativeiro. Quando Elisa se apaixona com a criatura, ela elabora um plano para ajudá-lo a escapar com a ajuda de seu vizinho.

The post. A Guerra Secreta – Ben Bradlee (Tom Hanks) e Kat Graham (Meryl Streep), editores do The Washington Post, recebem um enorme estudo detalhado sobre o controverso papel dos Estados Unidos na Guerra do Vietnã e enfrentam de tudo para publicar os bombásticos documentos.

Leitura

Dizem que quem ler vive diferentes vidas em uma só, e eu esse ano vou tentar viver o máximo de vidas que consegui. Já comecei meu plano e li um livro bem legal chamado Deisy Miller, que é uma jovem bem afrente do seu tempo, ela gosta de conversar e flertar com outros homens, sofrendo grandes críticas e reprovação. Descobrir esse livro assistindo a série “Gilmore girls” e uma das cenas Rory se referiu a Daisy, então decidir ler.  Indico também “Livre”e “O Sol é para todos”, ambos já li a algum tempo, mas que não saem da minha cabeça.

 

Netflix

Netflix é o clássico do quando não tenho nada melhor para fazer. Nas minhas férias assistir filmes e series incríveis que realmente vale a pena tirar algumas horas do dia para assistir ou até maratonar. Como series recomendo “O Justiceiro”, “Dark” e “Gilmore Girls” e para filme um que super recomendo é “Lion”, assisti com minha mãe e nos emocionamos muito.

 

Então não tem desculpas para ficar em casa no tédio e na bad né? Espero que assistam ou leiam pelo menos uma das minhas recomendações, realmente valem a pena.

Beijos, Anna ;*

Anúncios

Assisti ” The O.C”

e8063cec2fd51071f480199964a227f5

Oi oi gente, tudo bom? A dica de hoje não é bem uma novidade, porém para mim foi.
Nas férias resolvi, como já disse, da um tempinho na internet, então aproveitei para ler, e assistir algumas séries, varias na verdade, e uma que me chamou muito atenção foi a série sucesso dos meados dos anos 2000, ” The O.C”.

Estava assistindo outra série na netflix quando me recomendaram The O.C e lembrei por ser uma série tão falada até hoje. Estava muito atrasada nesse bapho então não perdi tempo e quando vi já está na terceira temporada. Sério, é muito viciante.

The O.C conta a história do menino Ryan, que não teve uma das melhores infância e logo cedo já se viu envolvido em um crime, um roubo de um carro.
Por sorte seu defensor público Sandy cohen vê algo de bom em Ryan e decide ajudá-lo, tanto criminalmente quando na vida, e que ajuda viu?!
Sandy, após consegui libertar Ryan o leva para sua própria casa e família em Orange County, mais especificamente Newport, uma rica região da Califórnia, lembrando que Ryan veio de Chino um lugar não tão glamouroso e conhecido por abrigar pessoas que não estão tão do lado da lei.

Sua chegada em Newport é bastante conturbada no início com direito a várias brigas e confusões por seu jeito “bad boy” de ser, mas ainda assim ele conquista o coração de Marisa Cooper, que além de se sua nova vizinha ainda é a menina exemplo da cidade e da escola.

Essa é a introdução dada pelo episódio piloto da série. Achei que a história se basearia apenas na nova vida de Ryan em Newport e seu romance desaprovado com Marisa. Porém fui surpreendida, pois ao longo da historia vemos que a série é muito mais que isso.
Surgem então vários outros personagem importantíssimos na história e cada episódio é uma nova surpresa e um novo bapho, afinal as pessoas ricas de Orange County guardam grandes segredos e farão tudo para protegê-los.

A série é cercada por drama e isso que a faz ser tão interessante e viciante. A sensação que tive foi que não poderia seguir minha vida sem saber o que aconteceria a cada episódio e por isso a acabei tão rápido 😦 já estou com saudades.  Prometo que quando assistirem não irão se arrepender e logo estarão envolvidos na história amando alguns personagens e odiando outros, confesso que ate me emocionei no ultimo episodio da série.

Beijos, Anna ;*

Finalmente temos um canal no YouTube! 

Olá pessoal. Tudo bem com vocês? Eu estou ótima e trago novidades. Hoje finalmente dei um passo à frente com o blog e criei um canal no YouTube. 

La pretendo fazer vídeos de makes, tags e resenhas de produtinhos. 

Estava tão animada que hoje já postei o primeiro vídeo, é uma tag, a ” me conhecendo melhor”. Achei interessante esse ser o primeiro assunto, porque assim você conhecem melhor quem escreve aqui.

Assistam! 

Espero que tenham gostado, e mil desculpas por ainda está um pouco travada, pra mim é um pouco estranho conversar com uma câmera haha. 
Beijos, Anna. 

Assisti Girlboss 

Girlboss com certeza foi a série que me fez bater o recorde de maratona, tudo bem que não foi tão difícil assim, afinal cada episódio tem em média 25 min, sem contar que a série sabe muito bem como entreter  seu telespectador , por isso hoje vim contar tudo que achei sobre ela e para quem ainda não assistiu não perder tempo.

A série é a adaptação do livro homônimo de Sophia Amoruso , #Girlboss, conta o começo de um dos grandes empreendimentos do mundo da moda, a marca ” Nasty Gal” e, obviamente, sua criadora Sophia, que é interpretada pela a atriz Britt Robertson.

A série foi um imenso sucesso, e teve grande audiência, principalmente do público jovem e que gosta de moda. Sophia representa a maioria das mulheres que está na faixa dos 20, a personagem é retratada como sonhadora, que não se encaixa no mundo, não encontra seu lugar e não tem a mínima ideia do que fazer com sua vida, a única coisa que ela tem certeza é de que não quer se tornar uma adulta chata, o que acho que ninguém quer, não? Inclusive eu. Com esse pensamento, Sophia negligência muitas partes da sua vida, ela perde o emprego e está prestes a perder seu apartamento, diante dessas dificuldades ela tenta encontrar meios para pagar suas dívidas e aí que surge a ideia de vendar roupas usadas na internet.

Girlboss é uma série que acredito servir como inspiração para as meninas a fora, pois mostra o crescimento profissional da personagem Sophia, que a principio e em algumas situações se mostra muito infantil e até irresponsável, porém ao longo dos anos ela amadurece, sem perder sua ausência, e se torna empreendedora.

Muitos tem associado a série ao feminismo, apesar de eu particularmente não o ver explicitamente, podemos relacionar a posição de Sophia, que se torna uma mulher independente, aquela que sabe se defender de qualquer um, se impor e sabe o que que quer quando se trata do seu trabalho, leva muito a sério sua loja, em algumas cenas vemos ela estudando para se superar e até impressionar seu pai, que é daquele tipo ” tradicional”, e que não acredita nos planos da sua filha. Apesar da descrença de alguns, Sophia trabalha duro, conquista sua clientela e se esforça ao máximo para vender e realizar suas entregas, fazendo coisas que parece até impossível para nos, tipo correr com um vestido até onde a cliente espera. É uma personagem visionária, que consegue enxergar coisas que ninguém mais ver, tem o dom de transformar algo velho em “novo” e claro tem um estilo e tanto, aquele que grita ” mundo estou aqui”.

tumblr_onuhi6mETV1s862sco3_500

Como disse, Sophia não é das mais compromissadas com a vida e suas responsabilidades, mas quando se trata da sua paixão vemos a garota se transformar totalmente, ela de alguma forma consegue canalizar toda sua doiderinha no seu hobby que se transforma em negócio. A todo o tempo vemos ela colocando a mão na obra, costumizando as roupas, indo em busca de mercadoria e quando a loja vai pra frente é que seu olhar se expande, os negócios já são outros, então ela começa a criar planos, metas, aluga espaço físico para acomodar a nasty gal e escritório até criar seu próprio site. Então podemos ver tudo sendo criado do zero e acompanhar a evolução do seu negócio, passando pelas dificuldades que todo empreendedor deve passar e nos mostra como Sophia os contornou. Acho legal o fato de tudo ser orgânico e feito por ela mesma, desde as fotografias do site até a escolha de cada peça de roupa a ser vendida.

Se tratando de moda, foi o que mais senti falta, a série foca no negócio e seu crescimento em sí, a moda fica por parte do estilo da protagonista e das poucas peças que podemos ver em cena. O resto é tudo muito vago. Gostaria que a personagem falasse mais sobre a moda, seu estilo, que é meio rock n’ roll dos anos 80, 90, misturado com algumas tendências do ano 2000. Isso da perceber assistindo e vendo os figurinos, mas nunca foi tratado em particular na série. Porém quem gosta de moda mesmo vai ficar louco ao ver os looks usados pelos personagens.

girlboss-netflix-0317-1400x800

A personalidade da Sophia é o que incomodou muitos que assistiram a série, e realmente da pra sentir uma rancinho dela em alguns momentos. Sophia é um tanto infantil, adora roubar, não liga para as pessoas ao seu redor, sendo bastante crítica e ingrata com sua melhor amiga, que a ajuda até demais, e o seu pai. Sem ética e até educação, adora falar o que pensa, xingar, passar por cima da palavra de outras pessoas.

Coisa que me irritou um pouco, foi o fato de está sempre se vangloriando por ter criado a Nasty Gal sozinha, o que não é verdade, pois recebeu um pouco ajuda de cada um dos seus amigos.

Como pode ver, Girlboss tem altos e baixos. Mas pelos pontos positivos é uma série que vale a pena assistir, e aprender um pouco sobre quem é Sophia Amoruso e o que é marca “Nasty Gal” e claro se inspirar nas coisas boas que Sophia tem a oferecer como o estilo que é INCRÍVEL e algumas das suas concepções que servem para levar para a vida.

Você que já assistiu, conta aí o que achou. Espero que tenha gostado! 

Beijos, Anna.

Playlist da semana #2

Só hoje percebi que fiz apenas um post de playlist aqui no blog, como assim??? Como pude esquecer de algo que este presente quase 24 horas no meu dia? Bom, não sei como responder essas perguntas, mas sei o quanto importante é esse tipo de post aqui no blog, afinal quem não ama descobrir músicas novas?

Como puderam perceber , apesar de ter algumas músicas eletrônicas, a playlist de hoje está com uma pegada mais pra baixo haha. Espero que tenham descoberto músicas novas com a minha playlist.

Beijos, Anna.

Playlist: Músicas para ouvir na viagem

Sei que nessa época do ano é o tempo que temos para aproveitar as ferias e viajar, além do verão. E eu também já planejei uma viajem com uma das minhas melhores amigas ( farei post  contando tudo e com fotos para vocês), achei então, que esse seria o momento perfeito para uma playlist com músicas para ouvir no caminho, separeis algumas que combina muito como uma viagem na estrada, mas não importa como vamos chegar no nosso destino, o importante é se distrair com as musicas e curtir o momento!

O post de hoje foi bem rapidinho, mas espero que tenham gostado das músicas que escolhi e estou aceitando sugestões de novas, então por favor me digam quais músicas vocês acham que combinam com viagem.

Beijos, Anna.

Filmes e documentários fashionistas para assistir agora no Netflix

Se tem uma coisa que já comecei a fazer nessa primeira semana de ferias foi colocar em dia minhas series favoritas, já que me atrasei em vários episódios por conta das provas finais, além disso tenho assistido bastante filmes também, tanto na TV quando no nosso querido Netflix. Pesquisando algumas series e filmes por la, vi muito conteúdo que tinha a ver ou fazia referencia a moda, por isso separei alguns dos meus achados para compartilhar com vocês!

Os delírios de consumo de Becky Bloom

Rebecca Bloom é uma mulher moderna, fashionista e maluquinha, que infelizmente é viciada em compras e sua compulsação a leva a falência. Com varias contas acumuladas, cartões de credito estourados, ela passara por varias situações  e trapalhadas na  tentativa de fugir de seus cobradores. Em meio a toda essa confusão Becky, ainda tenta realizar seu sonho de trabalhar em uma revista de moda, o que por um engano não da certo e ela acaba sendo contratada por uma revista de finanças.  No seu novo trabalho Rebecca achara meios para controlar seu vicio e talvez encontrar o amor.

As patricinhas de Bererly Hills

O filmes conta a historia de Cher, uma menina rica, popular, que tem tudo que quer, e adora fazer compras. Na escola, Cher e as amigas conhecem Tai, uma menina nada estilosa e nela ver a chance fazer uma completa transformação na novata, tanto fisicamente como em sua personalidade. Aposto que muitas já viram esse filme, principalmente na seção da tarde. Apesar de ter sido lançado a 20 anos atras o filme inspirou sua geração e continua atualmente. O estilo icônico de Cher esta de volta e apareceu ate em vídeo clipes.

The Director 

Neste documentário podemos conhecer a vida Frida Giannini, a diretora criativa da  Gucci, e ver de perto o seu trabalho na famosa marca. Enquanto traça sua respeitada e almejada carreira na impressa e no mundo da moda.

September Issue 

O documentário fala sobre como acontece a criação da maior revista de moda dos tempos, em sua edição de setembro, a mais aguardada do ano. A diretora, Anna Wintour  passa por varias complicações, para colocar sua revista nas bancas, além de correr conta o tempo para que tudo esteja pronto antes do dia da publicação. Esse documentário, com certeza, de todos os que já assisti é o meu favorito, ele mostra bem como funciona a criação de uma revista, o relacionamento entre os funcionários  e as injustiças dessa industria.

Esses são só alguns dos filmes que estão disponíveis no netflix, por lá ha vários outros sobre o tema, muitos que ainda nem assistir e pretendo fazer isso nessas ferias. Espero que tenham gostado das escolhas a cima e se não assistiram alguns deles, por favor deem uma chance, recomendo todos!

Beijos, Anna.